(...) como serei idêntico daquele de quem sou diferente?

O amor quer a posse, mas não sabe o que é a posse. Se eu não sou meu, como serei teu, ou tu minha? Se não possuo o meu próprio ser, como possuirei um ser alheio? Se sou diferente daquele de quem sou idêntico, como serei idêntico daquele de quem sou diferente?

Bernardo Soares

---- EUA ---- Brasil ---- França ---- Inglaterra ---- Angola ---- Suécia

3 comentários:

renato disse...

Olá Dayanne!

Todos diferentes, todos iguais!

Um beijo

Renato

renato disse...

Esqueceu-me de referir que faltou Portugal!

Renato

Dayanne ♥ disse...

Não tinha nenhum amigo de portugal neste dia... ;D

Abraços do Cantinho...

Day!

Postar um comentário

Suas palavras no meu cantinho...